Posts

Como funciona a Repescagem da OAB?

A repescagem da OAB é um edital de reaproveitamento da 1ª fase do exame anterior, ele foi pensado para beneficiar os aprovados na 1ª fase, mas que reprovaram na 2ª fase, assim, este candidato tem mais uma tentativa de realizar a 2ª fase do Exame de Ordem!

Inicialmente, você deve estar ciente que a repescagem possui um período de inscrição e um edital próprio e deverá estar atento a esses prazos. No post de hoje vamos falar sobre o reaproveitamento do Exame XXIX e tirar todas as suas dúvidas sobre os estudos dessa modalidade do certame.

Quando será o momento de inscrição para a repescagem?

O edital de reaproveitamento será postado no site da FGV em Setembro e nele constarão as regras de inscrição para reaproveitar a 1ª fase do XXIX Exame.

Quem tem direito a repescagem?

Podem utilizar o reaproveitamento os examinandos aprovados na 1ª fase do XXIX Exame que tenham sido reprovados, ausentes ou eliminados na 2ª fase do XXIX Exame de Ordem Unificado.

Já devo iniciar meus estudos?

Independentemente da posição em que o aluno se encontra, havendo dúvidas sobre a aprovação, uma vez que ainda não foram divulgados os resultados dos recursos, que sairá no dia 24 de setembro, é importante que você inicie seus estudos imediatamente.

Qual a taxa de inscrição do repescagem?

Além de edital separado, a repescagem também conta com valor separado, diferente e metade (ufa) do valor da primeira inscrição feita na OAB, no caso R$ 130,00 (centro e trinta reais), aquela que você fez para participar do XXIX Exame.

E se eu me inscrevi para a 1ª fase estando no repescagem?

Tudo bem, pois é possível se inscrever para a 1ª fase do XXX Exame e ainda se inscrever para reaproveitar a 1ª Fase do XXIX Exame, confuso né? Mas a questão é que se você aprovar na 1ª Fase do XXX Exame já garante a repescagem lá no XXXI Exame. Se inscrevendo nos dois editais fica assim:

Edital da inscrição

1ª Fase XXX

2ª Fase XXX

2ª Fase XXXI

XXX – Candidato se inscreve na 1ª Fase e no reaproveitamento

Realiza no dia 20/10/19

Realiza no dia 1/12/19

Realiza num dia futuro a ser divulgado pela FGV

XXX – Candidato se inscreve somente no reaproveitamento

 

Realiza no dia 1/12/19

 

Posso trocar a área de segunda fase no reaproveitamento?

Sim, você pode alterar sua área de 2ª Fase, mas tenha cuidado, pense com carinho antes de mudar, pois você terá que estudar desde o início uma matéria nova, sem poder aproveitar o estudo anterior.

Além de mudar a área para a prova prático-profissional, você pode alterar a cidade do local de realização da prova também. A alteração de estado é possível em casos excepcionais, mas nestes casos o candidato terá que solicitar à Coordenação Nacional do Exame de Ordem.

Perdi a inscrição da repescagem ou não compareci no dia prova do repescagem, tenho direito ao reaproveitamento no próximo exame?

Em regra não, você não tem direito a usufruir o repescagem em outro exame, caso perca a inscrição ou não compareça no dia da prova, salvo se estiver inscrito na 1ª fase do XXX Exame e aprovar nela, assim, se não comparecer no dia 1/12, poderá realizar a prova da 2ª fase do XXXI Exame, na modalidade repescagem.

Se você precisa de uma segurança na hora de estudar para a 2ª fase, conheça o Garantia CEISC: você pode iniciar o estudo para o repescagem e se seu recurso for aprovado, obter um crédito sobre o valor investido no curso de 2ª Fase, acesse aqui.

Neste vídeo, você também pode conferir mais informações sobre a Repescagem!

Esperamos que tenha gostado das nossas informações! Qualquer dúvida, deixe nos comentários! Não esqueça de enviar esse conteúdo para seus amigos que aproveitarão a repescagem da OAB e de continuar nos acompanhando por aqui.

Abraços e até a próxima!

Veja 4 erros que não devem ser cometidos na prova da OAB

Quando o candidato está se preparando para o exame de ordem, é importante conhecer quais são os erros na prova da OAB mais comuns. Afinal, sabendo quais são eles fica mais fácil se preparar e evitar os problemas.

Como a prova é extensa, com duas fases e diversos assuntos para estudar, o candidato deve se preparar da melhor maneira e ter um bom planejamento para chegar no exame com conhecimento e confiança.

Acompanhe nosso texto e conheça 4 erros que você não pode cometer na prova para garantir a sua aprovação!

1. Atrasar-se para a prova

Um dos erros na prova da OAB mais cometidos é o atraso. Isso pode acontecer por diversos motivos e é preciso se planejar para que nenhum deles ocorra com você.

O ideal é verificar o local da prova com bastante antecedência. Quando você souber onde fará o exame, desloque-se até lá e marque quanto tempo demorou para chegar: considere trânsito, caminhos errados, horários etc.

Além disso, pesquise no Google Maps ou outro aplicativo similar para entender o caminho, o tempo médio com trânsito moderado e qual é a melhor rota para chegar até o local.

Com essa preparação ficará mais fácil se planejar. Lembre-se de sair com bastante antecedência, mesmo sabendo qual é o tempo que você leva até o local. Imprevistos acontecem e estar preparado resulta em mais tranquilidade.

2. Não se organizar nos estudos

Outro problema muito comum ao se preparar para a prova da OAB é não se organizar para os estudos ou deixar conteúdos para trás sem nem uma lida. Esse é um erro que pode ser evitado com um bom planejamento.

Faça um calendário até a data do exame, veja quais dias você não poderá estudar e já deixe marcado. Depois, divida o tempo que sobrou pelas matérias que você deve acompanhar e estabeleça uma meta diária.

Algumas matérias devem receber um pouco mais de atenção, como aquelas que você tem mais dificuldade ou que garantem mais pontos na prova pois o assunto é menor cobrado (como Ética, por exemplo).

Com tudo planejado, você terá o tempo necessário para ver cada assunto e poderá adaptar o calendário para aquelas matérias que ficaram atrasadas ou que você teve mais dificuldade.

3. Não dar atenção ao emocional

Não dar atenção ao aspecto emocional também é um fator que pode causar baixo desempenho durante a prova da OAB. Esse exame é muito importante para a carreira e conseguir a aprovação é o sonho de muitos candidatos: isso pode gerar nervosismo e ansiedade.

É fundamental trabalhar bem a parte emocional durante a preparação para a prova, conseguindo chegar mais tranquilo no exame. Isso pode render pontos a mais e até confirmar a sua aprovação, tornando o sonho de ser advogado mais próximo.

Para isso, reserve um tempo nos estudos para o lazer: estudar bastante é muio importante, mas se você não separar folgas pode ficar sobrecarregado e chegar na prova com a “cabeça cansada”. Isso atrapalha o rendimento, atrai aqueles “brancos” na prova e causa ansiedade.

4. Errar na transferência para o gabarito

Se você não der atenção suficiente ao emocional durante a preparação para a OAB, é muito mais fácil ficar nervoso na prova e cometer erros bobos. Um dos mais comuns é se equivocar ao transferir as respostas para o gabarito.

A primeira fase possui 80 questões separadas em 17 matérias, com 4 alternativas em cada uma. Portanto, você terá bastante tempo de leitura durante a prova, além de ter que ser organizado para marcar a resposta correta de maneira clara.

A dica aqui é não fazer muitos rabiscos nas questões. Durante a preparação, já estabeleça uma marcação para as respostas que você considera erradas (um X, por exemplo), e um símbolo para as certas (como um círculo), isso facilitará a sua resolução e evitará erros.

Sabendo esses 4 erros na prova da OAB, você pode se preparar bem para não cometê-los. Isso ajuda na sua confiança e tranquilidade, evitando o nervosismo durante a prova e outros problemas.

Gostou desse texto? Quer saber como podemos ajudá-lo ainda mais na preparação para a OAB? Então entre em contato conosco e conheça nossos cursos!

 

Planner de estudos: como montá-lo e organizar a sua rotina

O planner de estudos é uma ferramenta que pode auxiliar os alunos durante preparação para o Exame de Ordem. Existem vários formatos de planners e para com finalidades diversas, você deve buscar aquele que melhor atende as suas necessidades e disponibilidades.

É claro que é necessária uma boa fonte de material para estudar, assim como aulas ou vídeo-aulas, mas a organização do estudo também é essencial para aprovação!

Assim, o planner vem para auxiliar o aluno a preparar seu cronograma de estudo, tem como objetivo organizar as matérias, conteúdos e as tarefas a serem realizadas, de acordo com a disponibilidade da agenda de cada um. Vamos aprender a organizar o seu?

Etapas para organização do seu planner:

1 – Faça o levantamento em tópicos de matérias/conteúdos que deve estudar para o seu exame;

2 – Verifique quais são as tarefas destinas a cada um desses conteúdos, por exemplo, se você deve ler a lei, praticar com uma peça processual ou questões, ver também uma vídeo-aula sobre o assunto, realizar um simulado, etc.;

3 – Selecione o dia que você realizará a tarefa. O planner deve conter um planejamento semanal ou mensal para que você distribua neles os conteúdos e atividades que realizará até completar o seu estudo, antes da prova (é claro!);

4 – Verifique quais são os conteúdos que deve revisar porque ainda não fixou bem a matéria;

5 – Por fim e mais importante, comprometa-se em cumprir o seu planner de estudo!

Ajuste sua rotina de estudo:

É claro que não basta só organizar os estudos, é preciso colocar em prática! Ajuste a sua rotina para que consiga seguir seu cronograma de estudo, na hora de montar seu planner é preciso pensá-lo de forma eficaz, isto é, não adianta comprometer oito horas do seu dia para estudar, se você não tem oito horas do dia sobrando ou não consegue atingir esse ritmo de estudo (ainda), permita-se intervalos e também aumentar o ritmo gradativamente, assim você conseguirá se acostumar com o rotina de estudo sem dormir em cima dos livros!

Veja um modelo de planner de estudo:

Esse modelo de planner de estudo foi disponibilizado pela equipe CEISC nos cursos de 2ª fase da OAB, nele já estão estipulados os conteúdos que devem ser estudados para a prova e as tarefas a serem realizadas durante o curso (aí fica mais fácil, né? Já vem prontinho! Hehe), o aluno apenas precisa adequar as tarefas à sua agenda e cumprir suas metas:

Agora que você já sabe como organizar o seu estudo a partir de um planner, comece desde logo a organizar seu material de estudo e sua rotina!

E se você gostou do nosso texto, aproveite para compartilhar essas dicas nas suas redes sociais.