Posts

Veja 4 erros que não devem ser cometidos na prova da OAB

Quando o candidato está se preparando para o exame de ordem, é importante conhecer quais são os erros na prova da OAB mais comuns. Afinal, sabendo quais são eles fica mais fácil se preparar e evitar os problemas.

Como a prova é extensa, com duas fases e diversos assuntos para estudar, o candidato deve se preparar da melhor maneira e ter um bom planejamento para chegar no exame com conhecimento e confiança.

Acompanhe nosso texto e conheça 4 erros que você não pode cometer na prova para garantir a sua aprovação!

1. Atrasar-se para a prova

Um dos erros na prova da OAB mais cometidos é o atraso. Isso pode acontecer por diversos motivos e é preciso se planejar para que nenhum deles ocorra com você.

O ideal é verificar o local da prova com bastante antecedência. Quando você souber onde fará o exame, desloque-se até lá e marque quanto tempo demorou para chegar: considere trânsito, caminhos errados, horários etc.

Além disso, pesquise no Google Maps ou outro aplicativo similar para entender o caminho, o tempo médio com trânsito moderado e qual é a melhor rota para chegar até o local.

Com essa preparação ficará mais fácil se planejar. Lembre-se de sair com bastante antecedência, mesmo sabendo qual é o tempo que você leva até o local. Imprevistos acontecem e estar preparado resulta em mais tranquilidade.

2. Não se organizar nos estudos

Outro problema muito comum ao se preparar para a prova da OAB é não se organizar para os estudos ou deixar conteúdos para trás sem nem uma lida. Esse é um erro que pode ser evitado com um bom planejamento.

Faça um calendário até a data do exame, veja quais dias você não poderá estudar e já deixe marcado. Depois, divida o tempo que sobrou pelas matérias que você deve acompanhar e estabeleça uma meta diária.

Algumas matérias devem receber um pouco mais de atenção, como aquelas que você tem mais dificuldade ou que garantem mais pontos na prova pois o assunto é menor cobrado (como Ética, por exemplo).

Com tudo planejado, você terá o tempo necessário para ver cada assunto e poderá adaptar o calendário para aquelas matérias que ficaram atrasadas ou que você teve mais dificuldade.

3. Não dar atenção ao emocional

Não dar atenção ao aspecto emocional também é um fator que pode causar baixo desempenho durante a prova da OAB. Esse exame é muito importante para a carreira e conseguir a aprovação é o sonho de muitos candidatos: isso pode gerar nervosismo e ansiedade.

É fundamental trabalhar bem a parte emocional durante a preparação para a prova, conseguindo chegar mais tranquilo no exame. Isso pode render pontos a mais e até confirmar a sua aprovação, tornando o sonho de ser advogado mais próximo.

Para isso, reserve um tempo nos estudos para o lazer: estudar bastante é muio importante, mas se você não separar folgas pode ficar sobrecarregado e chegar na prova com a “cabeça cansada”. Isso atrapalha o rendimento, atrai aqueles “brancos” na prova e causa ansiedade.

4. Errar na transferência para o gabarito

Se você não der atenção suficiente ao emocional durante a preparação para a OAB, é muito mais fácil ficar nervoso na prova e cometer erros bobos. Um dos mais comuns é se equivocar ao transferir as respostas para o gabarito.

A primeira fase possui 80 questões separadas em 17 matérias, com 4 alternativas em cada uma. Portanto, você terá bastante tempo de leitura durante a prova, além de ter que ser organizado para marcar a resposta correta de maneira clara.

A dica aqui é não fazer muitos rabiscos nas questões. Durante a preparação, já estabeleça uma marcação para as respostas que você considera erradas (um X, por exemplo), e um símbolo para as certas (como um círculo), isso facilitará a sua resolução e evitará erros.

Sabendo esses 4 erros na prova da OAB, você pode se preparar bem para não cometê-los. Isso ajuda na sua confiança e tranquilidade, evitando o nervosismo durante a prova e outros problemas.

Gostou desse texto? Quer saber como podemos ajudá-lo ainda mais na preparação para a OAB? Então entre em contato conosco e conheça nossos cursos!

 

Descubra como cultivar o hábito da leitura e ter melhor resultado na prova da OAB

Ler constantemente apresenta diversas vantagens, como melhorar o vocabulário, a memória e o foco do leitor. Para quem está se preparando para uma prova tão extensa e complexa como a da OAB, esses benefícios fazem toda a diferença entre ter ou não um bom desempenho na prova.

Mas para muitos, saber como cultivar o hábito da leitura pode se tornar um problema, por isso, neste post ensinaremos a cultivar esse hábito, e mostraremos como e qual a importância dessa prática para a sua vida. Continue lendo!

Quais as vantagens de manter o hábito da leitura?

São diversos os benefícios para um leitor de carteirinha, nos tópicos seguintes exploraremos os 5 principais deles.

Expande o vocabulário

Com a leitura de diferentes livros, certamente, será rotineiro você encontrar palavras novas e desconhecidas ou, até mesmo, que você não use tanto. Porém, dentro da obra é possível ver o contexto e uso correto delas, o que faz com que absorva esse conhecimento e expanda efetivamente seu vocabulário. Uma dica importante! Se você não sabe o que algumas palavras significam, vá atrás e pesquise sobre elas.

Melhora a escrita

Cultivar o hábito de leitura melhora também a sua escrita. Pois como já citado no item anterior quem muito lê possui um vasto vocabulário, mas não só isso, a leitura também ajuda o leitor a desenvolver melhores planejamentos de textos, visto que naturalmente diferenciará um livro com leitura contínua e um mal escrito que parecerá mais pesado e confuso.

Diminui o estresse

A leitura é um hábito relaxante, é capaz de libertar da rotina e mostrar diferentes mundos, histórias e personagens. Ao ler um livro, a frequência cardíaca diminui consideravelmente, fazendo com que o leitor esteja mais relaxado e pronto para voltar às suas obrigações diárias.

Aumenta a sua visão de mundo

Crescendo em um mundo tão grande é difícil conhecer todas as culturas. Porém, uma ótima forma de se informar sobre grande parte delas se dá tanto lendo livros escritos por indivíduos de grupos sociais diferentes do seu.

Ao ler os livros sobre outras pessoas e realidades, por meio da visão dos outros, a capacidade de analisar as situações com empatia e respeito é desenvolvida.

Estimula o cérebro

Não basta passar os olhos pelas linhas, mas sim ler aquilo que está escrito e entender o que o escritor quis dizer com tais palavras. Sendo assim a leitura estimula o raciocínio e a atividade cerebral.

Como cultivar o hábito da leitura?

Depois de tantas vantagens chega a ser difícil não parar de ler esse texto para pegar um livro nesse exato momento. Porém, para que você não comece a ler uma obra e perca o interesse em poucas páginas, siga as dicas que virão a seguir.

Ler um livro ou parte dele diariamente pode ser muito difícil para alguns, seja o livro algo didático, seja meramente por hobby, portanto será necessário se esforçar para não se distrair e procrastinar.

Porém, é tudo uma questão de hábito e hábitos são permutáveis, basta esforço e dedicação.

Ou seja, para desenvolver sua leitura comece com algo de que goste. De início leia livros com conteúdos prazerosos, sejam contos fantasiosos, sejam artigos sobre estudos do seu interesse.

Outra dica útil para futuramente ter facilidade em passar horas do dia lendo é começar com apenas alguns minutos, comece com 5 minutos todos os dias ou com poucas páginas e vá aumentando gradativamente.

Como cultivar o hábito da leitura ajuda no preparo para a OAB?

A OAB nada mais é que uma prova extensa que exige concentração e capacidade de analisar os enunciados e os problemas apresentados, sendo assim, os estudantes da área do direito necessitam de uma grande habilidade de memória, escrita e foco que serão medidas na primeira e segunda etapa do exame.

Sendo assim, um estudante que não tenha o hábito de leitura sofrerá muito mais para se preparar para o exame.

Pois os livros ajudam a desenvolver essas três habilidades, tanto por ampliar o vocabulário do leitor, quanto por exigir que ele se lembre da história e mantenha o foco apenas no livro durante a leitura, para que seja absorvido tudo que o escritor quer passar em cada página.

Agora que você já sabe como cultivar o hábito da leitura e quais vantagens isso traz, não deixe de continuar acompanhando as nossas postagens, e também, de começar a praticar o novo costume desde já.

Estou aguardando o resultado da 2ª fase! O que fazer agora?

O momento de espera do resultado do Exame de Ordem costuma ser muito angustiante. Aguardar pelo resultado que se aproxima faz com que as dúvidas se acumulem e as questões sobre inscrições, resultado da prova, recursos e próximos exames venham à tona. Por isso, com a intenção de sanar eventuais dúvidas, fizemos esta postagem.

Datas importantes

Inicialmente é importante que você que vai prestar o Exame de Ordem compreenda os calendários e suas datas específicas.

  • Inscrição para o exame XXIX: 03/05/2019 a 10/05/2019
  • Divulgação do padrão de resultado preliminar da 2ª fase do exame XXVIII: 24/05/2019
  • Decisão dos recursos do resultado preliminar e resultado definitivo do Exame XXVIII: 05/06/2019
  • Prazo limite para pagar a taxa de inscrição do XXIX Exame: 07/06/2019
  • Publicação do edital de reaproveitamento (repescagem) do XXVIII: 02/07/2019

Com essas datas os candidatos podem começar a programar seus passos daqui para frente, ou seja, definir qual rumo seguir para continuar a batalha rumo a aprovação ou aguardar o tão esperado resultado. Abaixo vamos trazer as respostas para algumas perguntas que recebemos frequentemente durante este período:

Quando devo iniciar meus estudos?

Independentemente da posição em que o aluno se encontra, havendo dúvidas sobre a aprovação é importante que você continue seus estudos imediatamente. O tempo entre a divulgação do resultado e a nova prova é curto, por isso nunca deixe de estudar.

Estou aguardando o resultado da 2ª fase do exame de ordem XXVIII, posso me inscrever para 1ª fase do XXIX?

Sim, o edital veda apenas inscrições simultâneas no mesmo certame referentes ao mesmo edital, como o edital da repescagem será publicado posteriormente não existe proibição.

Como funciona e por que as pessoas também se inscrevem para 1ª fase?

As inscrições para o XXIX Exame de Ordem estarão abertas até dia 10/05.
O resultado preliminar da 2ª Fase do XXVIII Exame de Ordem será publicado apenas dia 24/05, sendo assim, posteriormente ao período de inscrições para o XXIX Exame de Ordem.

Vamos dividir a resposta em dois grupos: 1) os candidatos que prestaram o XXVIII Exame estão na repescagem e; 2) candidatos que prestaram o XXVIII Exame utilizando-se da 1ª tentativa.

Para quem já estava na repescagem no XXVIII Exame de Ordem:

O candidato que já estava na repescagem no XXVIII Exame de Ordem, se eventualmente vier a reprovar terá que prestar novamente a 1ª Fase. Portanto, para evitar que você tenha que aguardar até o XXX Exame de Ordem, nossa sugestão é que você faça sua inscrição na 1ª Fase do XXIX Exame.

O motivo é bem simples, a inscrição para o certame é validada apenas com o pagamento do boleto bancário.

Analisando o cronograma do edital do XXIX Exame de Ordem é possível perceber que as inscrições vão até dia 10/05, porém o prazo limite para o pagamento do boleto de inscrição vai até o dia 07/06.

Ou seja, você pode efetuar sua inscrição normalmente e apenas aguardar o resultado do XXVIII Exame sem fazer o pagamento do boleto referente ao XXIX Exame. Portanto, inscreva-se, ainda que por precaução.

Para quem não estava na repescagem no XXVIII Exame de Ordem:

O candidato que prestou o XXVIII Exame de Ordem sem estar na repescagem, faz jus ao benefício, podendo prestar novamente apenas a 2ª Fase do XXIX Exame de Ordem.

Sendo assim, não se encaixa na situação que tratamos no tópico anterior.

O candidato deve aguardar a publicação do edital de repescagem que tem previsão para estar disponível no dia 02/07/2019.

“Hackeando” a Repescagem

Existe ainda, uma outra hipótese, para examinandos que desejam ter ainda mais segurança. Os cursinhos costumam denominar como “hackear” a repescagem, funciona assim:

O candidato que está aguardando o resultado da 2ª Fase XXVIII pode se inscrever para 1ª Fase do XXIX e efetivamente fazer a prova de 1ª Fase do XXIX Exame. O objetivo da medida é manter o benefício do reaproveitamento.

Assim, o candidato faz a 1ª Fase do XXIX e, se aprovado, fará a 2ª Fase XXIX e ainda, se passar na prova de 1ª Fase, já garante para si o reaproveitamento no XXX Exame.

Ou seja: quem ficar para a repescagem do XXIX pode, fazendo a prova da 1ª fase novamente, buscar uma proteção caso venha a reprovar na repescagem, se garantindo na próxima repescagem, ou seja, a do XXX Exame.

Nossa Equipe acredita que a hipótese acima é totalmente exagerada, porém, se você sentir vontade de utilizá-la cabe a nós informarmos.

Como funciona a repescagem?

Os candidatos que eventualmente não aprovarem na 2ª Fase do Exame de Ordem XXVIII devem aguardar a publicação do edital com todas as informações e a abertura das inscrições para o reaproveitamento no dia 02/07/2019.

Não tenho certeza da minha aprovação, devo fazer minha inscrição para 1ª fase?

Sim, aconselhamos a todos que façam a inscrição. O importante é que você não precisa pagar o boleto antes do resultado, pode aguardar a confirmação da sua aprovação ou não para então efetivar o pagamento.

Gostou das dicas da nossa equipe? Envie este conteúdo para os seus amigos que estão aguardando o resultado da segunda fase da OAB!

Cronograma de estudos OAB: 5 dicas de como montar o seu

Após cinco anos de faculdade, é chegado o momento de encarar o temido e aguardado exame da Ordem. No entanto, por mais complexa que a prova possa ser, ela não é um bicho de sete cabeças se você se preparar corretamente.

Portanto, um dos primeiros passos para a aprovação é saber montar um bom cronograma de estudos para OAB. Neste post, vamos dar cinco dicas de como fazer o seu e arrasar no dia da prova. Confira!

1. Leia o edital

Essa dica é essencial e é a primeira coisa que deve ser feita durante a sua preparação. É no edital que você encontrará todas as regras, informações importantes e matérias que serão exigidas no dia da prova.

Portanto, para evitar estudar itens que não estão relacionados ou deixar de revisar outros pontos importantes, leia o edital atentamente e separe as informações mais relevantes para a prova.

2. Identifique suas necessidades

Depois de ter lido atentamente o edital, identifique quais são as suas necessidades. Isso inclui diagnosticar as matérias que tem o maior peso no exame e quais você considera mais difíceis.

Trace o seu cronograma de estudos para OAB baseado nessas informações. Ou seja, se você arrasa no Direito Civil, mas não é muito bom em Direito do Trabalho, dê mais atenção para esse último e aproveite para revisar as matérias que você já domina.

3. Ajuste a sua rotina

Para que o seu cronograma de estudos para OAB seja eficaz, é preciso montá-lo baseado na sua realidade. Se você trabalha e estuda, não adianta prometer estudar 10 horas por dia, uma vez que não conseguirá cumprir suas metas e poderá ficar frustrada antes do tempo.

Portanto, analise sua rotina, coloque todos os seus compromissos em um papel e elenque aqueles que são prioridades, como entregar o seu trabalho de conclusão de curso — caso ainda não tenha se formado — e aqueles que podem esperar mais um pouco, como é o caso daquela viagem para a praia.

Essa é a melhor forma de montar o seu cronograma, adaptado a sua realidade de modo que possa cumprir todo o seu planejamento.

4.Trace metas

Tão importante quanto montar um cronograma de estudos para OAB é segui-lo. Para isso, é fundamental que você desenvolva mecanismos que influenciem na sua motivação.

Uma dica é traçar metas de estudo e pessoais. Separe as matérias que você precisa estudar e estipule algumas recompensas toda vez que conseguir ficar dentro do seu calendário, por exemplo. 

Assim, você pensará duas vezes antes de “matar” tempo de estudo para ceder a preguiça ou aquele cineminha com os amigos.

5. Descanse

Descansar também é importante quando estamos falando de se preparar para uma prova importante como é o exame da OAB. Portanto, o tempo de descanso não deve ser desprezado no seu cronograma de estudos.

Caso você estude e trabalhe, por exemplo, separe o domingo para relaxar, passear, encontrar as pessoas que gosta ou, até mesmo, dormir até mais tarde. Não tente levar o seu corpo a extremos, pois essa é uma prática pouco eficaz e que, inclusive, pode desencadear doenças como depressão, ansiedade ou gastrite.

Por mais que a preparação possa ser longa e cansativa, lembre-se que a recompensa virá depois e você, com certeza, vai respirar aliviada com a carteirinha na mão. Portanto, seguir o cronograma de estudos para OAB é extremamente importante.

E se você gostou do nosso texto, aproveite para compartilhar essas dicas nas suas redes sociais.