A data da prova está chegando e você seguiu todas as dicas de como estudar para o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Montou o seu roteiro de estudos, fez resumos e não economizou nos simulados.

Logo, nos momentos finais, é necessário investir algum tempo a fim de conseguir fazer uma boa revisão para a prova da OAB, tirar as dúvidas finais, aprender alguns macetes e ficar tranquilo sabendo que está bem preparado.

Neste artigo, vamos falar da importância da revisão e dar dicas de como você pode aproveitar melhor esses últimos momentos. Confira!

Como fazer a revisão para a prova da OAB?

Mais importante do que fazer a revisão é saber como fazer de maneira eficaz. Não adianta ficar relendo os seus resumos de maneira exaustiva, pois após determinado período o cérebro deixa de absorver as informações. Confira nossas dicas sobre como se preparar para o exame nos tópicos abaixo!

1. Faça revisões periódicas

Para que a sua revisão final seja melhor aproveitada, não esqueça de fazer revisões periódicas de conteúdo. O ideal é que você sempre reveja o conteúdo que estudou no dia anterior, pois essa prática é essencial para fixar os conceitos na memória.

Porém, reler sempre toda a matéria não é eficaz. A primeira revisão do novo conteúdo deve ser feita em até 24 horas, sendo que outras maiores devem ser feitas a cada 30 dias.

2. Releia os seus resumos

Sim, você deve reler os seus resumos, porém, evite fazê-lo de maneira robótica. Antes de começar a leitura de cada item, tente relembrar o que foi estudado. Elabore os assuntos com as suas próprias palavras e identifique os pontos em que teve mais dificuldade.

Após fazer isso, monte pequenos fichamentos do seu resumo, dando ênfase aos conceitos principais para que eles fiquem bem fixos na sua memória. Você também pode utilizar os mapas mentais, que são ótimas ferramentas para quem tem uma memória visual.

3. Faça simulados

Fazer simulados é importante em qualquer momento da sua preparação, portanto, na revisão não seria diferente. Refaça as primeiras provas ou foque nas matérias em que você tem mais dificuldade para identificar quais são os problemas que ainda persistem.

Também não deixe de participar dos simulados promovidos pelos cursos preparatórios, uma vez que eles costumam ser gratuitos e são desenvolvidos por professores especializados no exame, justamente para auxiliar o aluno em seus estudos e garantir que o seu desempenho seja o melhor possível no dia da prova.

4. Faça as revisões dos cursinhos

Você pode e deve estudar sozinho, porém, não deixe de lado aulas e revisões fornecidas por quem entende mais do assunto que você. Os cursos preparatórios são especializados nas provas da OAB e, com isso, são essenciais para dar dicas e macetes que podem ser fundamentais na sua aprovação.

Atualmente, há opções de revisão online que permitem ao aluno estudar de qualquer lugar. Dessa maneira, você pode poupar tempo de deslocamento e mesmo assim ser beneficiado com a experiência dos professores.

Por que a revisão para a prova da OAB é importante?

Fazer a revisão para a prova da OAB é importante para garantir a fixação da matéria e a capacidade de o aluno para acessar as informações do que foi estudado quando o exame chegar.

Se você começou a estudar com dois, três meses de antecedência é necessário garantir se o que foi visto lá no começo foi realmente memorizado. Na prova da OAB, em que é exigido muito conteúdo, é importante sempre revisitar as informações para que elas não sejam esquecidas.

Portanto, não ignore o poder e a importância que a revisão para a prova da OAB pode exercer na sua aprovação e dedique um tempo a ela dentro do seu plano de estudos.

Se você gostou do nosso post e quer ficar por dentro de mais conteúdo como este, curta a nossa página no Facebook e confira outras boas dicas!

Comments

comments

Responsável pela coordenação dos projetos, cursos preparatórios e eventos relacionados aos cursos de 1ª Fase da OAB do CEISC. Editora e criadora de conteúdo web e inbound marketing.