A grande quantidade de carreiras no Direito é um dos motivos pelos quais o curso é campeão de matrículas no Brasil. No entanto, se o seu interesse é na advocacia, é importante estar atento: só é possível atuar como advogado quem for aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e estiver regularmente inscrito nos quadros profissionais do órgão.

Com a famosa “vermelhinha” em mãos, o profissional pode escolher entre as mais variadas áreas de atuação que combinam com diferentes perfis.

Se essa é a sua vontade, continue a leitura e conheça 4 carreiras na advocacia. Preparado?

1. Advogado consultivo

O advogado consultivo é conhecido por praticar a advocacia preventiva. Normalmente, ele presta consultorias para empresas nas mais diversas áreas, como trabalhista, cível, ambiental, tributária, propriedade intelectual, entre outras, com o intuito de prevenir que os seus clientes tenham problemas legais.

Esse profissional costuma trabalhar em conjunto com as áreas de recursos humanos e de contabilidade de seus clientes. Ele verifica, por exemplo, se as práticas internas estão em conformidade com a legislação, mede os riscos de possíveis processos e identifica oportunidades para a diminuição da carga tributária, entre outras atividades.

2. Advogado contencioso

A atuação do advogado contencioso é mais voltada para a prática processual. Ele atua tanto para pessoas físicas como para pessoas jurídicas, mas, normalmente, é acionado quando o problema já existe e precisa ser judicializado.

Seu trabalho envolve a confecção de iniciais, contestações, réplicas, recursos, entre outras petições. Inclui também o acompanhamento processual nos fóruns, a realização de audiências, a sustentação oral em tribunais superiores ou o despacho com os juízes.

O advogado contencioso tem um grande leque de opções referente às suas áreas de atuação. No entanto, as mais conhecidas são:

  • Direito Civil;
  • Direito do Consumidor;
  • Direito de Família;
  • Direito Imobiliário;
  • Direito Trabalhista;
  • Direito Ambiental;
  • Propriedade Intelectual;
  • Direito Tributário.

3.Advogado interno de empresa

Ser advogado interno de uma empresa de médio ou grande porte é uma outra ótima opção de carreira no Direito, uma vez que os salários e benefícios costumam ser bem atrativos. Esses profissionais atuam em parceria com os escritórios contratados, como advogados externos, os quais fazem o acompanhamento nos fóruns e realizam audiências.

O interno por sua vez, atua de maneira mais estratégica. Ele analisa as demandas da empresa e traça as melhores soluções para cada situação. São eles que avaliam a possibilidade da realização de um acordo, qual o valor máximo a ser liberado e quais são as condições para pagamento.

Não raro encontramos advogados que ingressaram nesse setor como estagiário e, após a formatura e aprovação no exame da OAB, foram efetivados.

4. Advogado em Tribunal de Arbitragem

Embora a arbitragem não seja exatamente um instituto novo no ordenamento jurídico brasileiro, ele vem sendo cada vez mais utilizado por quem tem capacidade de pagar pela sua agilidade e rapidez. Portanto, é uma ótima carreira no Direito, já que ainda não há muita concorrência e o valor médio dos honorários é bastante atraente.

O advogado de arbitragem, normalmente, trabalha para empresas e presta consultoria sobre como incluir as cláusulas compromissórias em seus contratos, além de acompanhar seus clientes durante o processo arbitral.

Não há dúvida de que existem diferentes carreiras no Direito bem promissoras. Para escolher sua área, o primeiro passo é ser aprovado no exame da OAB e conquistar o sonhado título de advogado!

Se você quiser saber mais sobre carreiras no Direito, assine nossa newsletter e receba novidades direto na sua caixa de entrada!

Comments

comments

Responsável pela coordenação dos projetos, cursos preparatórios e eventos relacionados aos cursos de 1ª Fase da OAB do CEISC. Editora e criadora de conteúdo web e inbound marketing.